segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Anatomia de um pandeiro 1

Finalmente, estou disponibilizando as fotos do mais novo e ilustre integrante do meu set de pandeiros. Como eu demorei um bocado para postar essas fotos, acabei improvisando a disposição das imagens, que não era exatamente o que eu pretendia, mas acho que, a princípio, cumpre sua função.

Vamos lá então aos items do bicho!

- Pele de cabra, tratada, espessura média;
- Aro rebaixado, com uma boa distância da superfície da pele;
- Ferragens (aro, tensores, suportes e porcas) de latão polido;
- 6 platinelas de bronze, artesanais, com trabalho especial na superfície;
- Fuste em cedro, tratado com verniz semifosco e cêra;
- Trabalho em marchetaria no fuste;
- Recorte na base do fuste para encaixe do suporte do tensor;
- Tensor um pouco mais fino que o padrão, e embutido no aro;
- Suporte para apoio da mão de sustentação/giro (esquerda para os destros, e direita para os canhotos);
- Ótima relação altura das fresas x altura das platinelas.

Enfim... para quem já toca a algum tempo, e já tocou em "alguns" pandeiros, sabe que o grande barato dos instrumentos de luteria são as características particulares e peculiares de cada pandeiro, que nascem da engenhosidade, da paixão, e dos experimentos desses fantásticos artesãos. E que na sua grande maioria, são músicos também. Essas tais características conferem ao instrumento um som único, uma "identidade", que torna o "gostar" de um determinado instrumento uma questão muito pessoal. Para mim, a coisa acontece meio de imediato, não precisa tocar muito não. É colocar a mão num pandeiro, sentir o peso, golpear a pele uma ou duas vezes, ouvir o acompanhamento das platinelas, e aí...é na hora, paixão a primeira vista, ou não. Foi assim com os pandeiros do grande Bira, aqui do Rio de Janeiro (que pretendo postar também aqui no blog em breve), e está sendo assim também com o trabalho do meu amigo Giorgio Camatta. Nesses meus seis anos de estrada, o pandeiro do Giorgio é, de fato, um dos melhores instrumentos que já chegaram em minhas mãos. Forte abraço meu camarada, e MAIS SUCESSO pra ti!



















Luthier: Giorgio Camatta
Tamanho: 10"
Platinelas: 6 bronze
Pele: média/couro cabra
Contatos: www.silvasons.com.br

6 comentários:

Mario Sawatani disse...

Muito bom...
há quanto tempo...
espero que ainda se lembre de mim..
quero voltar em Janeiro para outro curso aí,,,,
Depois....vou lhe passar um email...
seus emails, com o endereço do blog, estavam sendo bloqueados pelo meu...
enfim...
Parabéns Fábio!!!

Fábio Ribeiro disse...

Salve Mário!

Claro que lembro. Bacana você ter gostado do blog. Qualquer informação que você tiver aí pelo Nordeste sobre luthiers, ou eventos que envolvam pandeiro, pode mandar que eu publico aqui.

Grande abraço,
Fábio.

Megs disse...

São fotos do pandeiro-irmão do meu!! Adoro meu pandeiro do Silvasons...não consigo parar de tocar :)

Fábio Ribeiro disse...

Rsss. É Megs... o bicho é bom mesmo! Brevemente vou gravar alguns áudios dele para postar aqui. Valeu pela participação! Visite sempre.

Abs,
Fábio

Robson Garcia disse...

Eita pandeiro massa!!! Ainda quero um desse estilo!!!

Anônimo disse...

Vi o poste qdo estava pesquisando pandeiros e optei por este. Comprei com o Giorgio, igualzinho, mas com 5 platinelas, tou muitoooooooo feliz, compensa o valor pois é uma obra de arte, recomendo!!!

About